• 92 3216-3892
  • secretaria@cide.org.br

Arquivo da tag capacitação

Capacitação para empreendedoras conta com o apoio do CIDE

Mulheres empreendedoras recebem formação

O evento “Ela Pode Empreender”, do último sábado, 24 de agosto, reuniu mais de 500 mulheres, no Parque Municipal do Mindu, em Manaus, para realizar atividades de capacitação, empreendedorismo, oficinas e palestras variadas. A iniciativa contou com o apoio do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE).

O Programa “Ela Pode” tem como prioridade promover capacitações de empreendedorismo e empregabilidade para as mulheres. “Neste momento, temos a oportunidade de conhecer novas mulheres empreendedoras, sentir as dificuldades, fortalecer as capacitações e estar mais presente na vida das participantes”, disse a coordenadora do Instituto Rede Mulher Empreendedora, Rosângela Bentes.

Ainda segundo Bentes, o evento serviu para melhorar a interação entre as mulheres, criando parcerias e fortalecendo as relações entre elas. “É um momento de aprendizado. Esse movimento de engajar as mulheres e dizer que elas podem significa preparar as mulheres para a vida de empreendedoras e mostrar que nós somos capazes de criar e administrar novos negócios”, concluiu.

Durante o evento, uma feira foi instalada no local, proporcionando interação, conhecimentos e um ambiente comercial entre as participantes e os apoiadores das incubadoras de empresas. “Enviamos duas representantes da nossa incubadora de empresa, juntamente com funcionários de três empresas das áreas de Alimentação e Cosméticos, para trocar experiências e expor as novidades em produtos”, disse o diretor executivo do CIDE, José B. Grosso.

Representantes do CIDE ajudam a organizar a feira solidária no evento.

Estande da “Amazon Doces”, no evento

Estande da “Amhy”, empresa de cosméticos

Estande da “Sabores de Tradição”.

Mais de 20 pequenos negócios participaram da feira solidária

 

Dia de formação para mulheres empreendedoras

Cartaz do evento

O Instituto Rede Mulher Empreendedora, organização da sociedade civil de apoio a projetos de empreendedorismo feminino realiza, amanhã, um dia de capacitações, oficinas, palestras, interação com as mulheres que decidiram empreender, pensam em empreender e possuem negócios, para desenvolver suas qualidades empreendedoras. O evento acontece no Parque Municipal do Mindu, bairro Parque Dez de Novembro, das 8 horas às 17 horas, faz parte do programa “Ela Pode Empreender”, e tem o apoio do Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE).

Segundo a coordenadora do Instituto Rede Mulher Empreendedora, Rosângela Bentes, toda a formação tem uma linguagem voltada para o público feminino. “Todas as atividades estão relacionadas com o público feminino, mas as mulheres podem levar crianças, maridos, parentes. Dessa forma, eles podem ajudar na interação também”, disse.

No local do evento vai ocorrer também a Feira Economia Criativa Solidária que vai contar com a participação de várias pequenas empresas e artesanato, e haverá exposição e venda de produtos diversos.

 

 

 

 

 

 

Empreendedoras unidas

A coordenadora Rosângela Bentes fala com as empreendedoras

O Instituto Rede Mulher Empreendedora (RME), com o apoio de várias instituições de empreendedorismo, incluindo o Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), promoveu o programa “Ela Pode”, que capacita mulheres, tornando-as confiantes e preparadas para o desenvolvimento pessoal e profissional. O evento aconteceu na Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA/UEA).

“Nós realizamos várias ações de empreendedorismo feminino para as mulheres porque a mulher empreende de forma diferente, ela precisa se fortalecer”, diz a representante da RME, Rosângela Bentes.

Participantes da palestra realizam exercícios

Empreendedoras de vários segmentos participam da formação

 

Práticas de higiene para funcionários da Sabores de Tradição

Funcionários da Sabores de Tradição aguardam início do curso

A empresa de alimentos, Sabores de Tradição, instalada no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE), realizou uma formação a seus cooperadores, sobre Práticas de Higiene para saber e praticar a forma correta de trabalhar e manusear os alimentos.

Para a empresária Alessandra Mourão, a capacitação era necessária porque a equipe da Sabores está formada por jovens e antigos funcionários que trabalham constantemente com os alimentos elaborados pela empresa. “Foram dois dias de curso de capacitação e tenho certeza que vão colocar em prática o que aprenderam na formação. A partir de agora vamos fazer algumas adaptações no processo de elaboração dos alimentos para que a teoria e a prática estejam bem unidas”, diz Alessandra Mourão.

Ainda segundo a proprietária, o curso também tem um efeito positivo para o consumidor. “Uma vez que você segue toda a rotina das boas práticas com os alimentos, a qualidade do teu produto vai ser muito melhor. Um dos efeitos é a falta de risco de contaminação do produto para o consumidor final, ele vai consumir um produto de ótima procedência, com valor agregado, com ótima qualidade”, conta a empresária.

O treinamento, conforme a farmacêutica Ingrid Souza, permite que a qualidade esteja na produção do produto e no próprio produto. “O grande beneficiário dessa capacitação é o consumidor final, porque ele vai consumir um produto que passou por normas de higienização durante a sua elaboração”, conclui Souza.

Funcionários da Sabores de Tradição

 

Curso técnico de Coari conhece o CIDE

Estudantes, professores e técnicos administrativos do CIDE

Uma turma, formada por professores e estudantes do terceiro ano de Administração do Instituto Federal do Amazonas (Ifam), da cidade de Coari (município a 366 quilômetros de Manaus), concluiu o ciclo de visitas de escolas do interior do Amazonas no Centro de Incubação e Desenvolvimento Empresarial (CIDE) para o ano de 2018, com a finalidade de complementar as aulas teóricas.

Os alunos de Administração viajaram durante 22 horas para chegar a Manaus. A maioria veio por primeira vez à capital. “Uma das matérias do curso é a disciplina de Empreendedorismo. E queríamos complementar a parte teórica com uma visita ao CIDE, para que os estudantes tivessem noções de como funciona uma incubadora de empresas, conhecer os ambientes de uma fábrica, de uma empresa, a produção…”, diz a coordenadora do curso, Liliane de Oliveira, acrescentando que os alunos precisam conhecer novos ambientes de trabalho, criar uma consciência empreendedora porque o mundo está em constante transformação.

Depois de ouvirem uma palestra do auditório do CIDE, os estudantes visitaram empresas que trabalham com matéria prima regional e tiveram a oportunidade de conversar com os empresários.

Este ano o CIDE recebeu mais de 15 grupos de estudantes de cursos universitários e técnicos que procuraram a instituição para conhecer processos e produtos, como cosméticos, alimentos, laboratórios de análises, perfumaria, doces e empresas de informática.

As visitas foram motivadas por complementar os estudos teóricos, ouvir histórias de empreendedorismo dos próprios proprietários e conhecer como funciona uma incubadora de empresas de base tecnológica.

Estudantes de Coari ouvem palestra no auditório do CIDE

Estudantes no auditório do CIDE

Estudantes esperam para entrar nas instalações de empresas

Estudantes conhecem os espaços da incubadora

 

Pular para a barra de ferramentas